Sabe aquela ideia de recomeço? Do sol que sai após uma grande tempestade? Então, é mais ou menos isso que a gente sente nesse momento. Ainda chove e todo cuidado é pouco, mas o sol parece começar a brilhar por entre nuvens. 

Quando fizemos a última edição da Revista Som, em 2020, o mundo ainda era mundo. Nos abraçávamos e falávamos sobre os shows por aí. De repente tudo mudou. Mudou tanto que também decidimos mudar.

Quase 20 meses depois, entre perdas e muita tensão, estamos aqui. E com o sentimento de que é possível fazer algo pelo mundo, pela música. Resumidos à nossa insignificância, seguimos em frente buscando sempre novas formas de criar conteúdo e jogar luz a tanta coisa que pode e faz a diferença em nossas vidas.

Quando surgiu a decisão de voltar com a Revista Som nesse novo recomeço do nosso mundo, a ideia era ser mais prático, por isso refizemos o site todo. Claro, falta uma coisa aqui e ali, mas estamos no ar. Também queríamos buscar pautas que pudessem acrescentar algo. Serem diferentes. Acho que conseguimos.

Para esse retorno, o nome da capa precisava ser o de um verdadeiro guerreiro do mundo da música, de uma daquelas figuras que inspiram e se reinventam. E para isso ninguém melhor que Jards Macalé. De cara, a chance de entrevistar um dos maiores artistas desse país e simbolizar esse retorno de forma tão catártica. E o resultado não podia ser melhor. Além dele, o fabuloso Snarky Puppy e outra lenda, Nito Mestre, a voz e alma do Sui Generis, banda argentina que fez história nos anos 70. E muito, muito mais. 

Ter a chance de lançar essa edição é agradecer por estar vivo. Por ter encarado uma pandemia no olho do furacão e ainda assim encontrar motivo para falar de música. E a motivação para isso não falta. Não fosse a Adriana e nada disso teria acontecido. Obrigado por acreditar em mim.

O sol está entre nuvens, mas está lá. Como diria um grande amigo há alguns anos, não importa o tanto de nuvens que estejam no céu, o importante é fazer a nossa parte e ser como o sol. 

É daqui por diante, para o infinito e além.